quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Somos criaturas na face da Terra...







"Somos criaturas na face da terra
capazes de mudar nossa biologia
pelo o que pensamos e sentimos.

O funcionamento de nossas células
está diretamente ligado aos pensamentos que criamos,
sendo constantemente modificados por eles.

A qualidade do funcionamento de nossas células
é diretamente proporcional
a qualidade das ondas de pensamentos que criamos.

E a qualidade das ondas de pensamentos que criamos
está ligado a eles e
podem ser produzidas
por baseados no medo ou no amor.

Se foram produzidas baseadas no medo,
foram produzidas pelo ego,
e suas ondas são baixas e
distorcem as ondas harmônicas que entram em contato.

Se foram produzidas baseadas no amor,
então, foram produzidas por um ego
subjugado pela auto-aceitação divina,
alinhado à produção de energia magnética do coração,
servindo somente à essas ondas cardíacas
e sendo instruído pela consciência superior.

Um surto de depressão, por exemplo,
pode arrasar seu sistema imunológico;
apaixonar-se, ao contrário,
pode fortificá-lo tremendamente.

A alegria e a realização nos mantém saudáveis
e prolongam a vida.

A recordação de uma situação estressante,
que não passa de um fio de pensamento,
libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.

Quem está deprimido por causa da perda de um emprego,
projeta tristeza por toda parte no corpo
– a produção de neurotransmissores por parte do cérebro é reduzido,
o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido,
os receptores neuro peptídicos
na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos,
as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas
e mais propensas a formar grumos e
até suas lágrimas contêm traços químicos
diferentes das lagrimas de alegria.

A boa notícia é que todo este perfil bioquímico
será drasticamente alterado quando a pessoa mudar o seu foco de atenção
e a fonte de produção de suas ondas de pensamento,
permitindo que sua consciência superior
opere em seu sistema através do amor,
usando o ego somente como o seu instrumento de apoio.

Acessar a consciência superior
e alia-la às ondas de energia cardíaca,
para manifestar o funcionamento e
a imunidade biológica que realmente você deseja ter,
é o primeiro passo para começar a refinar e
purificar a saúde em todos os seus corpos.

Você quer saber como esta seu corpo hoje?
Lembre-se então do que pensou ontem!

Quer saber como estará seu corpo amanhã?
Então olhe seus pensamentos hoje!

Lembre-se:
Ou você abre seu coração agora
ou algum cardiologista o fará por você."

Deepak Chopra


domingo, 1 de outubro de 2017

Felicidade...






"Eu quero a felicidade!
Disse um homem a Buddha.

Buddha, então, respondeu:

Primeiro retire o EU, que é o ego.
Depois o QUERO, que é o desejo.

Agora observe:

Ficou só A FELICIDADE."


sábado, 16 de setembro de 2017

sábado, 9 de setembro de 2017

O Caminho da Vida Por Charles Chaplin







O Caminho da Vida


O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza,
porém nos extraviamos.

A cobiça envenenou a alma dos homens... 
Levantou no mundo as muralhas do ódio...
E tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria.

Criamos a época da velocidade,
mas nos sentimos enclausurados dentro dela.
A máquina, que produz abundância,
tem-nos deixado em penúria.

Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos;
nossa inteligência, empedernidos e cruéis.
Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.

Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade.
Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura.
Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.

Charles Chaplin



quinta-feira, 7 de setembro de 2017

A Pátria







A PÁTRIA



Ama, com fé e orgulho, a terra em que nasceste!

Criança! não verás nenhum país como este!

Olha que céu! que mar! que rios! que floresta!

A Natureza, aqui, perpetuamente em festa,

É um seio de mãe a transbordar carinhos.

Vê que vida há no chão! vê que vida há nos ninhos,

Que se balançam no ar, entre os ramos inquietos!

Vê que luz, que calor, que multidão de insetos!

Vê que grande extensão de matas, onde impera

Fecunda e luminosa, a eterna primavera!

Boa terra! jamais negou a quem trabalha

O pão que mata a fome, o teto que agasalha…

Quem com seu suor a fecunda e umedece,

Vê pago o sue esforço, e é feliz, e enriquece!

Criança! não verás país nenhum como este:

Imita na grandeza a terra em que nasceste!


Olavo Bilac



Do livro:  Poesias Infantis, Olavo Bilac, Rio de Janeiro,
Livraria Francisco Alves: 1949, 17a edição.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...